Hoje
Máx C
Mín C

PRESÉPIO DE FILIPE FERREIRA . PROGRAMA DE ANIMAÇÃO 'TRADIÇÕES DE NATAL'

2021/12/03 a 2022/01/09
Img 3903 1 728 2500

Núcleo de Arte Contemporânea do Museu do Vidro – Edifício da Resinagem
Presépio de Filipe Ferreira


Horário: terça a domingo - das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

A 7ª Edição do Presépio Tradicional de Filipe Ferreira estará patente ao público de 03/12/2021 a 09/01/2022, no Edifício da Resinagem, em pleno Centro Histórico da Marinha Grande.

Com uma área de cerca de 50 metros quadrados, composto por mais de um milhar de peças, onde se incluem inúmeras peças e acessórios criados pelo autor, compondo uma verdadeira aldeia em miniatura, mantendo sempre no centro da representação a essência desta data, o Nascimento de Jesus. Para a edição de 2021, contaremos com novas figuras, novos cenários, novas peças em movimento, pois este é um presépio dinâmico, sempre em evolução, sendo já um local de passagem para quem nos visita e gosta de disfrutar desta tradição de Natal.

A par destas e outras novidades, encontram-se neste Presépio muitos outros elementos que o tornam único, desde um mercado com inúmeras barraquinhas; tascas e tabernas; ofícios como o ferreiro, o carpinteiro ou o oleiro; os trabalho rurais com os lavores no campo e o lavrador com o seu arado em movimento, a vindima e a pisa das uvas, os currais dos animais com as galinhas a picar o milho ou os porcos a comer, entre outros, e uma área dedicada às festas e romarias, onde além da Igreja não faltarão os jogos tradicionais, com o homem a subir o pau do sebo, ou o rancho a dançar e a procissão, também em movimento.

A água tem uma forte presença neste Presépio, com diversas cascatas, e fontes de água que trazem vida ao Presépio, bem como dezenas de elementos com movimento que dão um especial encanto a todo o Presépio e o destacam ainda mais, como é o caso dos soldados nas muralhas, o burro com a nora, os rebanhos de ovelhas, as galinhas a picar o milho os homens a jogar ás cartas, o oleiro a moldar o barro, ou o parque infantil com os baloiços, o lago com os patos, os lenhadores a serrar a lenha, ou o homem a assar um porco no espeto, não esquecendo os Magos a chegar ao estábulo, entre muitas outras.

 

Org: CMMG