Hoje
Máx C
Mín C

DÉDALO por URSO PARDO espetáculo integrado na XXIII Edição do FESTIVAL DE TEATRO ACASO

2018/09/29
Local:
Casa da Cultura Teatro Stephens
Arlindo camacho 1519 1 728 2500

DÉDALO por URSO PARDO espetáculo integrado na XXIII Edição do FESTIVAL DE TEATRO ACASO

Sinopse |
Como se constrói uma casa? É esta a pergunta que dois actores e um autor ausente tentam responder. A casa é uma metáfora para a família, para o amor e para o auto-conhecimento, e as três personagens vivem a impossibilidade de alcançarem cada uma dessas três coisas em diferentes momentos da vida. 
DÉDALO é a segunda parte de uma trilogia de Miguel Graça que se iniciou em 2016 com MINOTAURO e terminará em 2018 com ARIADNE.

Urso Pardo é um projecto assente na ideia de um teatro com uma dramaturgia viva, escrita para ser mostrada agora, explorando o conceito de efemeridade e de cruzamento entre realidade e ficção, sendo os actores o motif para uma história onde eles próprios são as personagens.

Neste caso, portanto, as personagens surgem dos actores, são escritas para eles e não o oposto, ou seja, não há uma busca do actor pela personagem mas sim a tentativa de ser aquelas palavras. Propomos, assim, um caminho que não use a desconstrução como processo de criação e de trabalho, mas sim a construção, que se inicia com a elaboração do texto dramático e depois continua acrescentando-lhe os actores, a luz e o cenário, todos partes integrantes dessa construção teatral da verdade, que pouco ou nada tem a ver com uma vertente naturalista da cena.

Acreditamos que o Teatro é um dos poucos momentos em que o Homem consegue abstrair-se da sua própria realidade e, durante a duração de um espectáculo, estar mais atento a uma realidade que lhe é mostrada. Acreditamos que dessa análise resulta, depois, um confronto do espectador com a sua própria realidade e que, dadas as circunstâncias correctas, o Teatro consegue ajudar o Homem a suportar a imensa dor da existência, ou, pelo menos, a compreender que não está sozinho. É nesse sentido que também acreditamos que os actores não são apenas executantes, mas que devem fazer parte de uma lógica de envolvimento na criação, o que implica uma responsabilização dos mesmos pela sua presença no espectáculo.

 

Ficha Artística |
Texto | Miguel Graça
Co-criação | Urso Pardo (David Esteves | Miguel Graça | Pedro Caeiro)
Interpretação | David Esteves | Pedro Caeiro
Produção | Maria Albergaria

Duração | 1h30 sem intervalo
Classificação Etária | M/16
Preço | 5€

Bilheteira: Teatro Stephens, de terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00, das 14h00 às 18h00 e nos dias de espetáculos até às 22h00.

Horário:

21h30

Preço:
5,00 €