Hoje
Máx C
Mín C

TEATRO DO MAR APRESENTA "A GRANDE FLORESTA"

2019/08/03
Local:
Praça Afonso Lopes Vieira . São Pedro de Moel
A grande floresta   estreno en la mostra d igualada 2019   fotos jaume nieto 212 1 728 2500

TEATRO DO MAR APRESENTA "A GRANDE FLORESTA"

 

SINOPSE |

Algures no tempo, antes dos homens pisarem a terra, um pássaro cinzento e introspetivo vivia entre os seus na Grande Floresta. Ao contrário dele, os outros pássaros exibiam penas coloridas e exuberantes e passavam o dia despreocupados, entre banquetes e brincadeiras sem limites.

A grande floresta era muito generosa a providenciar comida, que os pássaros desperdiçavam a seu belo prazer… sob o olhar (e os avisos) premonitórios da Fénix.

E um dia, quando já nada há para comer, a floresta fica triste e doente. Mas a consciência da ave acabará por salvar a vida de todos. Uma chuva pacificadora trás de novo alegria à terra e no pássaro generoso surgem umas coloridas e maravilhosas asas…

A Grande Floresta é uma alegoria ao nosso planeta, à humanidade que o habita e aborda a questão do abuso e desperdício dos recursos naturais, que sustentam a vida na Terra.

Centrado na problemática do consumismo/desperdício e na dos recursos limitados do planeta, aborda aspetos do comportamento humano (projetado nas aves) tanto pelo lado negativo e prejudicial (atitude de desrespeito pelos recursos naturais) como pelo positivo (a generosidade da Fénix e o reconhecimento das aves perante essa atitude).

Espetáculo em andas vocacionado para a rua. As personagens, seis, de grande dimensão (entre 2,5m a 3m de altura), são pássaros habitantes de uma floresta. Atendendo à analogia que, nesta dramaturgia, o comportamento das aves estabelece com o dos seres humanos, o estudo morfológico de cada uma das aves inspira-se em características exacerbadas desse comportamento. As personagens assumem características simbióticas de aves e homens, sugerindo estereótipos de personalidade e comportamento humano, percetíveis por todos os públicos.

 

Estreia 2019 | Género Multidisciplinar | Idioma Não-verbal | Duração 35 min. (Aprox.)

 

FICHA ARTÍSTICA
Direção e Dramaturgia | Julieta Aurora Santos
Intérpretes | Carlos Campos, Luís João Mosteias, Pedro Pelarigo, Tomás Porto, Sara Araújo e Sérgio Vieira
Ilustração/Pássaros e Floresta | Beatriz Bagulho
Música Original | Tiago Inuit
Escultor | João Parrinha
Pintura e Assistência de construção dos Pássaros | Zevi
Construção de Cenografia e Adereços | Adriana Freitas, Luís Santos, Romeu Gonzalez, Sandra Santos e restante equipa do Teatro do Mar
Assistência de Construção | Rui Teixeira
Operação Técnica | Luís Santos
Gestão e Direção Financeira | Sónia Custódio
Direção de Produção e Promoção | Frederico Salvador
Assistência de Produção | Roberta Marques
Distribuição Internacional | Jaume Nieto

Espetáculo inserido na candidatura REDE CIMRL - Região de Leiria Rede Cultural

Horário:

21h30

Preço:

0