Hoje
Máx C
Mín C

MUSEU JOAQUIM CORREIA RECEBEU PERFORMANCES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

Img 7418 1 728 2500

O Museu Joaquim Correia, na Marinha Grande, recebeu duas performances de arte contemporânea das artistas Beatriz Duarte e Anastácia Marques, no passado dia 25 de junho, numa organização da Câmara Municipal da Marinha Grande e do LIDA - Laboratório de Investigação em Design e Artes, da ESAD.CR, do Politécnico de Leiria.

A performance é um género artístico que se apoia em elementos típicos de várias expressões artísticas, usando o corpo como veículo primordial de expressão . Ambas as performances não têm texto falado.

Na performance "Bia-a-dia", de Beatriz Duarte, as sequências dos movimentos procuraram refletir sobre os significados que os objetos podem adquirir para as pessoas, quebrando mesmo as relações convencionais de uso.

A sua performance cruzou o teatro e as artes plásticas (instalação). Como as performances estão associadas à efemeridade e a uma dimensão conceptual que se quer trazer para a Arte, o improviso ganhou importância no guião da atuação.

Na performance "Lavadeira", de Anastácia Marques, cruzaram-se elementos do teatro, poesia, música e artes plásticas. Partindo de memórias da sua relação com a avó que o têxtil lhe convoca, criou uma performance onde homenageou as tradições das lavadeiras de outrora para quem os rituais da lavagem da roupa se misturavam às marcas de se ser mulher.

img_7434
img_7411
img_7379
img_7236
img_7202