Hoje
Máx C
Mín C

MUSEU DO VIDRO COMEMORA ANIVERSÁRIO COM EXPOSIÇÃO DEDICADA À IVIMA

Exposicao ivima 2021 12 12 1 728 2500

O Museu do Vidro, na Marinha Grande, comemora o seu 23º aniversário com um programa que inclui a inauguração da exposição “O Vidro na Marinha Grande: Histórias da IVIMA”, a exposição “A Aldeia vai ao Museu” e entradas gratuitas.

São vários os motivos para visitar o Palácio onde está instalado o Museu do Vidro e que, no século XVIII, foi a residência da família Stephens. O Museu do Vidro constitui um dos mais importantes centros de valorização cultural individual e coletiva na área do vidro, bem como de atração de fluxos de lazer e turismo na região da Marinha Grande.

A programação do 23º aniversário do Museu do Vidro é a seguinte:

De 11 a 19 de dezembro - Entradas gratuitas no Museu do Vidro

12 dezembro . domingo
14h30 - Inauguração da nova exposição temporária, intitulada "O Vidro na Marinha Grande: Histórias da IVIMA"
Local: Museu do Vidro

“A IVIMA - Empresa Industrial do Vidro da Marinha Grande, SARL, nome maior no panorama vidreiro nacional, foi na segunda metade do século passado uma referência incontornável nas chamadas artes da mesa e nas artes aplicadas em Portugal. Efetivamente, com ou sem consciência – porque as peças raramente estão identificadas como tal – são muitos os portugueses que ainda hoje convivem diariamente com objetos produzidos por esta fábrica marinhense.

Como em tantas outras grandes empresas, a história da IVIMA é composta por múltiplas histórias. Tanto que, quando encerrou definitivamente, já às portas do novo milénio, continuava a reproduzir modelos idealizados pelas suas antecessoras a par de outros, mais atuais. É uma ínfima parte deste riquíssimo património que aqui se procura mostrar pela primeira vez, identificando alguns dos intervenientes, reconhecidos artistas plásticos, e homenageando os quase sempre anónimos mestres vidreiros que o realizaram.”

(texto de Pedro Moura Carvalho)

A exposição é comissariada por Pedro Moura Carvalho, historiador de arte. Apresenta peças da sua coleção particular e das coleções dos marinhenses Virgílio Guerra Marques e Fernando Gregório.

 

13 de dezembro . segunda-feira
Abertura ao público das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

14 de dezembro . terça-feira
15h00 às 16h30 - exposição "A Aldeia vai ao Museu", com performance artística da SAMP
Esta exposição e performance inserem-se no projeto "Museu na Aldeia", um projeto de intervenção artística e social que interliga museus e comunidades através das artes. Por meio de um processo de co criação, os idosos são convidados a discutir, refletir e reinterpretar a peça apresentada na comunidade. Posteriormente vão apresentar a sua criação no Museu emparelhado.
A fase do projeto A ALDEIA VAI AO MUSEU (2021/2022), é o momento em que a equipa SAMP e as comunidades apresentam de forma artística os resultados das sessões de cocriação, nos Museus emparelhados. A comunidade com quem o Museu do Vidro participou neste projeto é a freguesia de Fetelaria no concelho de Sobral de Monte Agraço.