Hoje
Máx C
Mín C

COMEMORAÇÃO DO 7º ANIVERSÁRIO - MÚSICA, TEATRO E CONTADORES DE HISTÓRIAS NO TEATRO STEPHENS

Lusitanus final 1 728 2500

A Casa da Cultura Teatro Stephens, na Marinha Grande, celebra o 7º aniversário da sua reabertura com uma programação diversificada, que decorre durante o mês de outubro e inclui espetáculos de música, teatro e contadores de histórias.

Face às novas condições para realização de espetáculos relativas ao cumprimento de todas as orientações da Direção Geral da Saúde, recomenda-se espetadores que adquiram os bilhetes antecipadamente e compareçam no Teatro, pelo menos, 30 minutos antes da hora marcada para início do espetáculo. O uso de máscara é obrigatório. A entrada e saída da sala deve ser feita mediante as orientações dadas pelos colaboradores do Teatro Stephens.

A programação de outubro da Casa da Cultura Teatro Stephens é a seguinte:

1 de outubro . sexta . 21h30
MÚSICA CLÁSSICA | LUSITANUS ENSEMBLE
Sinopse |
O Lusitanus Ensemble pretende criar o seu espaço na Música de Câmara, através da descoberta de uma nova sonoridade, bem como contribuir para o desenvolvimento de nova música nacional com a encomenda de obras a alguns dos mais prestigiados compositores portugueses. A sua formação é baseada em instrumentos cujas “escolas” estão implantadas no nosso país e com fortes provas dadas e excelentes resultados: “os sopros”. Deste Ensemble fazem parte músicos com formação superior, alguns com Mestrados e Doutoramentos, nas mais prestigiadas Escolas e/ou Universidades nacionais e estrangeiras. Tendo o apoio da Direção Geral das Artes, encomendou obras aos prestigiados compositores portugueses: Alexandre Delgado, Anne Victorino d'Almeida, Bernardo Sassetti, Eurico Carrapatoso, Carlos Azevedo, Carlos Marques, Daniel Bernardes e Mariana Vieira. Em 2021, gravará em CD as obras e realizará vários concertos com o tema “MÚSICA DO SÉCULO XXI”. Este projeto terá apoio para a divulgação dos concertos pela Antena2.
Ficha artística:
Adelino Mota - Direção
Flauta: Natália Monteiro e Beatriz Marques
Carla Duarte - Oboé
José Conde e Jorge Ramalho - Clarinete
Hélder Alves e Diana Catarino - Saxofone Alto
Tiago Cordeiro e Filipe Valentim - Saxofone Tenor
Raimundo Semedo - Saxofone Barítono
Rodrigo Correia - Trompa
Marco Barroqueiro e Renata Cardoso - Trompete
André Conde - Trombone
João Aibeo - Tuba
Marco Fernandes - Percussão
Classificação Etária: M6
Duração: Aproxim. 60 minutos
Preço: 5€

10 OUTUBRO . domingo . 16h00
TEATRO DE MARIONETAS | “INVENTOR DE IDEIAS” Teatro Palmilha Dentada
Sinopse |
“O Inventor de Ideias” é um espetáculo de marionetas para a infância, um espetáculo divertido e descomprometido. Foi pensado para crianças a partir dos seis anos e que têm ainda a capacidade de se deslumbrar com o jogo puro. Brincar pelo prazer de brincar, a olhar para o que pode ter sido o nosso passado. “Há seis milhões de anos ainda estava tudo por descobrir. Caçava-se com uma lança com ponta de pedra e o fogo tinha que ser cuidado para que não se apagasse. Não havia isqueiros nem fósforos. Ainda não se tinham inventado nem os animais de estimação nem os domingos. Nem mesmo o Dia dos Namorados. Hoje, tudo o que existe, existe porque alguém o pensou. Foi inventado. Mas o melhor é que ainda há muito a inventar. Imaginar coisas é a nossa maior riqueza. O nosso “superpoder”!
Ficha artística
Direção: Ricardo Alves
Produção: Teatro da Palmilha Dentada e Teatro do Ovo Alado
Texto, encenação e direção plástica: Ricardo Alves
Marionetas: Sandra Neves
Produção: Helena Fortuna
Operação técnica: Dário Pais
Interpretação: Maria Teresa Barbosa e Rui Oliveira
Classificação Etária: M6
Duração: Aproxim. 60 minutos
Preço: 3€

16 OUTUBRO . sábado . 16h00
MÚSICA FAMÍLIAS |CONCERTO PARA BEBÉS “CORDAS QUE SE AMAM” – Solistas convidadas: Ana Castanhito (harpa) e Helena Raposo (teorba)
Sinopse |
ÓÓÓóóóór
Órba
Teorba
Há muitos muitos anos, os panos sonoros que embalaram bebés eram tecidos de fios coloridos. Fios que alguns animais ofereceram para que os sons comungassem mais com a natureza. E nasceu um instrumento chamado teorba. De braços longos, que abraçam bebés pequeninos e grandes, a teorba gostava de passear com a harpa. Porque as cordas da harpa eram mais coloridas do que as suas. E assim nos chegaram da Renascença embalos de todas as cores, que hoje passeiam lado a lado com os sons mais contemporâneos. Os bebés sonham quando à sua frente a Ana e a Helena passeiam os seus dedos na harpa e na teorba.
Ficha artística:
Alberto Roque – saxofone barítono
José Lopes – saxofones alto e soprano
Pedro Santos – acordeão
Inesa Markava – voz e movimento
Isabel Catarino – voz
Paulo Lameiro – voz e direção
Produção - Musicalmente
Fotografia – Joaquim Dâmaso
Classificação Etária: Para todos os públicos
Duração: 45 minutos
Preço: 7,5€ (adulto+bebé palco) 5€ (plateia)

24 de outubro . domingo . 17h00
MÚSICA | 7º ANIVERSÁRIO DA REABERTURA DO TEATRO STEPHENS AO PÚBLICO
DEAD COMBO “TOUR FIM 2019-2021”
Sinopse |
2021 não será um ano qualquer para os DEAD COMBO, é o ano em que acabam. Acabam, mas acabam em grande.
Não é um final triste, porque há muita coisa para ser celebrada. De uma forma concreta, acabam como começaram: os dois. Voltam aos palcos para uma última tour, num passeio pela história de uma carreira com mais de 18 anos, seis álbuns de originais (10 discos no total), e várias centenas de concertos por Portugal e pelo estrangeiro.
A Tour Fim que, marcará o final da história dos DEAD COMBO, começou no final de 2019 e estender-se-á até final do ano de 2021.
Links úteis:
https://www.facebook.com/deadcombo/
https://www.instagram.com/deadcombo/
Ficha Artística:
Tó Trips – Guitarras
Pedro Gonçalves – Guitarras, Contrabaixo, Melódica
Classificação Etária: M6
Duração: Aproxim. 60 minutos
Preço: 10€

30 de outubro . sábado . 21h30
TEATRO | DESUMANIZAÇÃO c/ ARTIMAGEM a partir do romance de Válter Hugo Mãe
Sinopse |
“Desumanização” é uma versão cénica do romance “A Desumanização”, do consagrado escritor português Valter Hugo Mãe, prémio literário José Saramago, numa dramaturgia de José Pedro Pereira, com direcção e encenação de José Leitão, fundador e director da companhia. Esta é uma história de perda, luto e superação que nos faz questionar acerca dos limites (ou sua transgressão) da humanidade. Numa pequena aldeia abafada pela monumentalidade dos fiordes islandeses, Halldora surge em cena a partir da boca de Deus para nos contar como foi lidar com a morte de Sigridur, sua irmã gémea. Como preencher a metade que se perdeu? Como viver pelas duas? Como ocupar o outro lado do espelho? Halldora diz-nos que “O mundo mostrava a beleza, mas só sabia produzir o horror”. “Desumanização” é Gelo, Terra e Fogo; é o “corpo interior da Islândia”. Esta obra é, segundo o autor, um autêntico cântico de amor à Islândia. A encenação, tal como a obra, vai à Islândia buscar referências para a sua ficção teatral, num olhar “estrangeiro” sobre um país e suas gentes e numa visão artística que confronta os vários olhares de que é feita a vida, entre o real e imaginário.
Ficha Artística e Técnica:
Texto Valter Hugo Mãe
Dramaturgia José Pedro Pereira Direção e Encenação José Leitão
Assistência de Encenação e Interpretação Daniela Pêgo
Música André Barros
Figurino Cláudia Ribeiro
Desenho de Luz e Sonoplastia André Rabaça
Espaço Cénico José Leitão e José Lopes
Direção de Produção Sofia Leal
Fotografia Nuno Ribeiro
Ilustração do Cartaz Rita Castro
Designer Gráfico Tiago Dias
Classificação Etária: 14
Duração Aproximada: 70 minutos
Preço: 5€

31 . OUTUBRO . domingo . 16h00
"CONTOS AO PÔR-DO-SOL UM CONTO POR DIA" Contadores de Histórias e Apresentação do Livro
Será apresentado um espetáculo com diversos Contadores de Histórias e posteriormente será feita a apresentação do livro "Contos em Confinamento" que pretende fazer o registo e a transmissão de diversos contos da tradição oral.
Este livro tem caraterísticas muito particulares pois alia as palavras à ilustração com registo vídeo e tradução em Língua Gestual Portuguesa, tornando-o por isso num livro multiformato, inclusivo e, portanto, acessível a públicos muito diversificados.
Classificação Etária: Todo o público
Duração: Aproxim. 75 minutos
A entrada é livre, sujeita à lotação disponível.

Bilheteira: terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.