Hoje
Máx C
Mín C

Judo - Relatos do Campeão do Mundo

Captura de ecra 2020 08 26  as 15 51 17 1 728 2500

“Eu luto para sobreviver desde que sou criança. Mas não me confundam com um sobrevivente, eu sou um verdadeiro lutador”

Jorge Fonseca


Há pessoas que gostam de ver os outros felizes. Jorge Fonseca não é só um Campeão do Mundo de Judo. É um campeão do relacionamento humano. É difícil ver este vídeo sem estar principalmente a olhar para ele e para o seu modo de agir. Mas tentem olhar para quem está a olhar. E os olhos que brilham revelam uma profunda humanidade.


E os sinais que emergem deste encontro relatado em VIDEO no espaço de treino marinhense são a reter:
Jorge Fonseca não se coloca ao centro do tapete, posicionamento que lhe conferiria autoridade e destaque perante os presentes;
As primeira interações são de liberdade e de desprendimento através da dança, dando ao encontro um forte sentido de comunidade;
O Campeão do Mundo começa por cair, ser projetado por um jovem judoca, reafirmando o princípio da disponibilidade para ser UKE e o valor da humildade:
Jorge Fonseca domina as diversas linguagens na comunicação com os outros; linguagem corporal, linguagem gestual e a linguagem dos afetos.

E não deixa de ser simbólico que a passagem de um campeão não se traduza principalmente em grandes desempenhos técnicos e em sessões de autógrafos, mas antes em festa e em celebração da partilha de valores numa modalidade que intrinsecamente o proporciona. Vídeo https://www.youtube.com/watch?v=Dbxl3BnWkMM
“Eu luto para sobreviver desde que sou criança. Mas não me confundam com um sobrevivente, eu sou um verdadeiro lutador” Jorge Fonseca

Fonte: Texto Judo Magazine | Vídeo Judo Clube da marinha Grande

Veja o video