Hoje
Máx C
Mín C

Jazz, comédia e espetáculos infantis no Teatro Stephens

Teatro stephens 1 728 2500

Até ao final do ano, a Casa da Cultura Teatro Stephens, na Marinha Grande apresenta um cartaz diversificado, com sugestões culturais que vão do jazz, à comédia e espetáculos para o público infantil.

Até ao final de 2019, a programação do Teatro Stephens é a seguinte:

21 de novembro . 21h30
CIMRL Região de Leiria Rede Cultural
EDUARDO CARDINHO QUINTETO “IN SEARCH OF LIGHT”
Eduardo Cardinho apresenta o seu novo disco "In Search of Light", gravado em julho de 2018 na companhia do saxofonista de renome mundial Ben Van Gelder, do virtuoso acordeonista João Barradas e de uma sólida secção rítmica composta por Bruno Pedroso e André Rosinha.
Eduardo Cardinho faz uma música luminosa e cheia de energia em que junta capacidades técnicas instrumentais extraordinárias a um conceito próprio de composição e performance que resulta numa consciência profunda da música e daquilo que esta pode inspirar no mundo.
Em 2016 editou o álbum Black Hole, aclamado pela crítica e considerado um dos melhores discos de jazz do ano.
Ficha artística |
Eduardo Cardinho - Vibrafone
Ben Van Gelder - Saxofone
João Barradas - Acordeão Midi
André Rosinha - Contrabaixo
Diogo Alexandre - Bateria
Duração: Aprox. 60 m
Classificação Etária | M 6
Entrada gratuita sujeita a levantamento de bilhete e à lotação da sala
Espetáculo integrado na candidatura CIMRL Região de Leiria Rede Cultural

22 de novembro . 21h30
5º Festival Jazz da Marinha Grande
NELSON CASCAIS “MEN-TOR” a música de Jorge Reis
“De uma invulgar contemporaneidade, toda a música contida naquele disco transportame para um imaginário sonoro fantástico e sedutor de cada vez que o ouço. De facto, mesmo os temas que não são da autoria do Jorge não deixam de se inscrever nesse mesmo imaginário. A sua concepção musical procurava sempre evitar o óbvio, estimulando em todos aqueles que passaram pelos seus grupos uma abordagem à música sem medo do risco e do imprevisível. MenTor é pois um projecto cujo propósito será o de tocar a música de Jorge Reis homenageando-o naturalmente por tão bem a ter sabido fazer.”
Ficha artística |
João Mortágua - Saxofone
André Fernandes - Guitarra
Luís Figueiredo - Piano
Nelson Cascais - Contrabaixo
André Sousa Machado - Bateria
Duração: Aprox. 60 m
Classificação Etária | M 6
Preço | 8€

23 de novembro . 21h30
CIMRL Região de Leiria Rede Cultural
MARIA JOÃO OGRE TRIO
No OGRE, a voz inconfundível da cantora Maria João, junta-se a uma base essencialmente instrumental eletrónica e digital - o Fender Rhodes e sintetizadores de João Farinha e o computador e teclados de André Nascimento - deixando para trás definições específicas de género musical. Fazem música na verdadeira aceção do termo, portanto sem barreiras estéticas apriorísticas. No passado profissional e académico de todos os elementos está o jazz, no sangue a música lusófona, na alma uma vontade enorme de cruzar fronteiras, misturar influências e estéticas e, no âmago, um amor incondicional à música.
A voz de Maria João indica o caminho!
Ficha artística |
Maria João - Voz
João Farinha - Teclados e sintetizadores
André Nascimento - Laptop & eletrónica
Duração: Aprox. 60 m
Classificação Etária | M 6
Entrada gratuita sujeita a levantamento de bilhete e à lotação da sala
Espetáculo integrado na candidatura CIMRL Região de Leiria Rede Cultural.

27 de novembro . 21h30
Fado . LENITA GENTIL “LENITA”
“Lenita Gentil nasceu na Marinha Grande, começou a cantar em público com 5 anos e aos 16 estreou-se aos microfones dos Emissores do Norte Reunidos. Aos 17 dá-se a sua estreia no Palácio de Cristal, no Porto, cidade para onde, entretanto, se mudou com os pais. Ao longo dos anos desdobra-se em inúmeros festivais, programas de televisão e concertos, dentro e fora de Portugal.
A versatilidade de Lenita Gentil é uma das características que marcam a sua carreira e que passa não só pelo Fado, como também pela música ligeira e marchas populares.
Para além da música, do percurso de Lenita Gentil, fazem parte várias participações no cinema, no teatro de revista e na televisão.
Durante toda a sua carreira, a cantora percorreu toda a Europa, Austrália, Macau, Hong Kong, áfrica do Sul, México, EUA e Canadá.
O seu enorme profissionalismo e entrega, refletem-se na seleção cuidada do repertório e na sua performance única, onde se destaca uma personalidade vincada, onde, profissionalmente, se denota um enorme respeito e consideração por colegas de várias gerações, com quem se foi cruzando nos palcos que pisou, entre eles, Amália, Vasco Rafael, Simone de Oliveira, Tony de Matos, Anita Guerreiro, Tonicha, Maria Armanda entre muitos outros.
Para além dos inúmeros espetáculos e digressões, podemos encontrar Lenita Gentil no restaurante "O Faia", onde continua a encantar todos os que lá se dirigem para ouvir e apreciar Fado.
A 27 de fevereiro, lança o seu próximo disco, “Lenita”.
Lenita Gentil expressa neste disco, toda a sua garra e a forma alegre e destemida como sempre viveu a vida e a sua carreira “Lenita”, é o disco que antecipa a celebração dos 50 anos de carreira. Sem complexos, com a garra usual e com os olhos postos no futuro, assumindo a sua voz, as suas preferências e as suas escolhas, num todo surpreendente!
É assim, sempre que atua ao vivo... Surpreendente!”
Ficha artística |
Lenita Gentil - Voz
Viola Clássica
Guitarra Portuguesa
Baixo
Duração: Aprox. 60 m
Classificação Etária | M 6
Preço: 15 euros

5 de dezembro . 21h30
JORGE MOURATO em SINCERA-MENTE e THE BLACK TINTO

1º Ciclo de Humor com realização do espetáculo de arranque no dia 5 de dezembro, às 21h30.
É um espetáculo duplo em que rir é obrigatório!
1ª parte
THE BLACK TINTO dupla constituída por Leandro Costa e Nuno Gonçalves
Dois irmãos encontram se para ensaiar um novo espectáculo de teatro.
As suas diferenças artísticas e de personalidade fazem se notar, quando um deles não consegue desligar se das redes sociais e o outro não tem apetite para trabalhar acreditando que a sua vida irá dar uma volta de 360º.
A encenação teatral e musical pensada ao pormenor, tem como objetivo surpreender o público a cada instante, com ocasiões de improviso e de interação com o público.
Atores:
Leandro Costa
Nuno Gonçalves
Duração: 30 min
2ª parte
JORGE MOURATO em SINCERA-MENTE
De volta ao registo de Stand-Up, o actor acolhe-nos no seu mundo pessoal e convida-nos a ver o mundo que nos rodeia sob o seu ponto de vista, de forma divertida e sarcástica, blá, blá blá... Isto foi o que lhe pediram para escrever para descrever sucintamente o espetáculo…
Mas não vai ser nada disto, se querem saber a verdade. O Jorge vai estar de pé, com um microfone na mão, e vai falar sobre o que lhe apetecer e lhe der na real gana: pode ser de bichos, turistas, filmes, sogras, moda, TV, sexo (tem sempre de existir, senão ninguém aparece), emigrantes, família, amor… O Jorge até vai fazer perguntas e convidar o público a manifestar-se sobre certos temas, vejam lá. Diz que é para se poder chamar de espetáculo interativo, soa bem... (e sempre é da maneira que ele fala menos e o tempo vai passando mais rápido).
Depois de saber isto tudo, ainda tem dúvidas? Olhe, antes dúvidas do que dívidas. E como as tristezas não as pagam, está à espera de quê para aparecer?
Classificação etária M/16 anos
Bilhete: 10€

14 de dezembro . 16h00
AS GRANDES CANÇÕES DE NATAL DO CINEMA por Vox Angelis
Este Concerto tem sido um dos maiores sucessos da Vox Angelis ! Trata-se de um Concerto de Natal que funde os grandes clássicos de Natal tais como Adeste Fideles; Noite Feliz, Noite de Amor; Deck the Halls; Gloria in Excelsis Deo; etc; com os grandes temas natalícios de Hollywood dos anos 50, 60 e 70, canções cantadas por Judy Garland, Nat King Cole, Frank Sinatra, tais como Have Yourself a Merry Little Christmas; White Christmas; Jingle Bell Rock; The Christmas Song; etc; e alguns temas de filmes que, não sendo de Natal, passam sempre nesta altura e estão, por isso, associados a ele, tais como Somewhere over the Rainbow (Feiticeiro de Oz) e Edelweiss (Música no Coração). Este Concerto tem um formato totalmente inovador, pois, num trio com dois cantores masculinos (voz aguda e voz grave) e piano, interpretam-se todas as mais belas canções de Natal, fundindo-se a Música Clássica, a Música Romântica, os Musicais da Broadway e também uma certa linguagem jazzistica. Em termos de público, é um espectáculo muito fácil de ouvir, pois, no mesmo concerto, abrange todas as principais Canções de Natal que fazem parte do imaginário colectivo da nossa civilização ocidental!
Um espectáculo soberbo!
Ficha artística |
Vox Angelis - 2 vozes e 1 pianista
Duração: Aprox. 60 m
Classificação Etária | M 6

21 de dezembro . 16h00
Concerto para Bebés - "UM CONCERTO DE PAPEL" c/ Inesa Markava
Os Concertos para Bebés são, antes de mais, concertos. Os Bebés são convidados a ouvir. É fruição musical partilhada entre intérpretes e bebés, pais e irmãos, avós e amigos que alicerça todo o projeto. Os concertos têm como matriz a chamada música clássica, mas desenvolvem-se num alinhamento recheado de temas tradicionais, do pop-rock, e de improvizações vocais-instrumentais com a participação de todo o público.
Cada concerto é uma experiência de cumplicidades, onde os sons e os silêncios a todos surpreendem. De Monteverdi a Mozart, do cavaquinho aos didgeridoos, trocam-se espantos e ouvem-se suspiros. A grande experiência dos instrumentistas inunda a sala de momentos fortes, e os cantos estimulam o encantamento. Com intérpretes apaixonados por crianças, o tempo foge e o concerto acaba num ápice.
Plimmmm
Plômmmm
Um Natal de papel. Papel para embrulhar e desembrulhar prendas. Papel para pintar. Papel para escrever, e para desenhar ideias. Mas os bebés gostam mesmo é do papel para soar. Papel para fazer sons que se ouvem, se pintam e se comem. A Inesa adora todos estes papéis e as histórias que os habitam. Pisar papel e amarrotar papel, cortar e contar papel, e depois nasce ali como que por magia uma casa de papel, para nela se dançar papel. Pode haver até aviões de papel e com eles viagens para muuuuuuuito longe. Será assim este Natal, de viagem num moinho de papel.
Ôôôôôôôô
Plôôôôôôô
Público:
Bebés dos 0 aos 3 anos acompanhados de suas famílias, com uma média de 3 acompanhantes cada.
Máximo de 70 bebés por concerto:
35 Bebés 0-18 meses sentados ao colo de um adulto na 1ª fila de almofadas;
35 Bebés 19-36 meses sentados com um/dois adulto na 2ª fila de almofadas;
Notas: Não existem lugares marcados. A distribuição do público pelos lugares disponíveis será feita pelos intérpretes da Companhia, após o momento do acolhimento, de acordo com a média de idades dos bebés, e também o nº de adultos acompanhantes.
Todos os concertos começam à hora marcada - 16h00
NÃO É PERMITIDA A ENTRADA DE PÚBLICO APÓS O INÍCIO DO ESPETÁCULO
Duração: 45m
Preço: 7,5€ (adulto+bebé palco) 5€ (plateia)

Bilheteira: Teatro Stephens, de terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.