Hoje
Máx C
Mín C

Vespa asiática na Marinha Grande

Vespaasiatica ninho secundario 1 728 2500

A Câmara Municipal da Marinha Grande, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, alerta a população para a adoção de comportamentos que visem a identificação e a disseminação da vespa asiática no concelho.

Pretende-se diminuir o impacto causado pela vespa asiática nas zonas onde já se encontra instalada, erradicar novos focos em zonas ainda não ocupadas e prevenir a disseminação da espécie a outras áreas.

No mês de abril, verificou-se um aumento significativo de ninhos de vespa asiática (Vespa velutina) no concelho da Marinha Grande, pelo que é importante esclarecer a população para os comportamentos a adotar sobre este assunto.

A Vespa velutina ou vespa asiática é uma espécie exótica invasora, predadora de abelhas e altamente prejudicial para a produção de mel, agricultura e ecossistema em geral.

Porém, não é fonte de transmissão de nenhuma doença e não é considerada mais perigosa para seres humanos que a vespa europeia, segundo o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. (INIAV) e a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), pelo que não há razão para alarme.

A Vespa velutina é predominantemente preta, com uma ampla faixa laranja no abdómen e uma faixa amarela no primeiro segmento. Quando é observada de frente, a sua cabeça é laranja e as sua patas são amarelas nas pontas. Mede entre 17 e 32 mm.

Na primavera, as vespas rainhas formam os ninhos primários, que têm cerca de 5-10 cm de diâmetro e apresentam uma abertura no fundo. Posteriormente formam-se os ninhos secundários que têm uma forma esférica ou em forma de pêra, têm cerca de 50-80 cm de diâmetro, e são geralmente feitos em árvores altas.

A Câmara Municipal recomenda à população que esteja atenta e se suspeitar da presença de ninhos ou exemplares desta espécie deve informar o Serviço Municipal de Proteção Civil (962 505 875) e/ou registar no SOS Vespa (http://www.sosvespa.pt).