Hoje
Máx C
Mín C

“O Pinhal é a Nossa Bandeira”

Pinhal nossa bandeira3 1 728 2500

A presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande, Cidália Ferreira, reiterou a disposição do Município de continuar a ser parceiro das mais diversas instituições na reflorestação do Pinhal do Rei e reivindicou “que o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas seja dotado dos meios humanos e financeiros necessários a este fim”.

A declaração da presidente foi proferida na tarde desta sexta-feira, 16 de fevereiro, no Auditório da Resinagem, na sessão de apresentação do projeto “O Pinhal é a Nossa Bandeira”, organizado pelas empresas It’s Happening e Agency Models, em parceria com a Câmara Municipal da Marinha Grande e o apoio de diversas entidades e empresas da região.

A iniciativa “O Pinhal é a nossa Bandeira” irá ocorrer na manhã do dia 17 de março, no talhão nº 256 do Pinhal do Rei e consiste na plantação de milhares de árvores e na representação da Bandeira Nacional humana.

Tal como referiu Cidália Ferreira, este projeto “tem intenção de continuar a devolver aos Marinhenses e naturalmente a todos os Portugueses, aquilo que era um dos nossos grandes orgulhos, uma das nossas Bandeiras, local de múltiplas vivências que foi, ao longo de séculos, tanto a nível social como cultural e desportivo - O nosso Pinhal do Rei”.

A presidente da Câmara recordou que “este Pinhal do Rei remonta ao início da Nacionalidade, foi Casa Nau dos nossos Descobrimentos e ao longo dos séculos, foi ambiente, lugar idílico e produziu riqueza para o nosso País, sendo também o suporte financeiro doutras matas nacionais”.

Na sequência do incêndio do dia 15 de outubro de 2017, que queimou 86% da Mata Nacional no concelho da Marinha Grande, “temos 300 talhões consumidos pelo fogo e cada talhão precisa de cerca de 75.000 árvores”. “O ambiente que respirávamos, que sentíamos, que vivíamos, não é o mesmo. A vida que tínhamos não é a mesma. O que queremos legar aos vindouros (porque de cerca de 100 anos se tratam para voltarmos a ter os Pinheiros que arderam), será o que agora fizermos”, acrescentou.

Cidália Ferreira apelou a que no dia 17 de março “se juntem aos Marinhenses os restantes Portugueses que se revêem na necessidade de contribuir para este legado”.

A presidente afirmou que “queremos que o nosso Pinhal seja projetado obedecendo a várias valências, sociais, desportivas, recreativas e turísticas, para além de ser pensado na ótica da produção económica. Também por isso foi criado pelo Governo o Conselho Científico e o Observatório Local, permitindo que a Sociedade Cientifica e a Sociedade Local se manifestem para este efeito”.

Na sessão, foi apresentado o hino do projeto “O Pinhal é a Nossa Bandeira”, com letra e música de Joana Rosa e Joaquim Lavos, bem como a página de Facebook do evento.

Pinhal_Nossa_Bandeira3
Pinhal_Nossa_Bandeira2
Pinhal_Nossa_Bandeira1