Hoje
Máx C
Mín C

ICNF abre concurso para contratação de trabalhadores

Icnf trabalhadores 1 728 2500

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P. (ICNF) tem aberto concurso para a contratação de cinco postos de trabalho para os serviços da Marinha Grande, cujas candidaturas devem ser apresentadas até ao dia 9 de janeiro.

A presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande, Cidália Ferreira, reconhece a importância deste concurso de admissão de pessoal, uma vez que “vem na sequência das várias reivindicações que temos feito para o reforço de meios operacionais, técnicos e financeiros do serviço local do ICNF, sobretudo depois do incêndio de outubro de 2017, que dizimou 86% da área total do Pinhal do Rei”.

A presidente acrescenta que “sabemos que as cinco vagas abertas para a Marinha Grande não são suficientes para suprir as necessidades de trabalhadores inerentes ao processo de reflorestação da Mata, mas já são um pequeno contributo”. Contudo, “desejo que, desta vez, o concurso receba candidatos, uma vez que, o ano passado, o ICNF já tinha aberto outro procedimento que ficou deserto”.

Cidália Ferreira refere que esta medida “denota a parceria que o Município tem estabelecido com o ICNF e que não se pode esgotar nesta ação, continuando a ser necessário que o Governo dote o ICNF de mais meios humanos, técnicos e financeiros no âmbito da reflorestação e reorganização do Pinhal e na preservação das áreas não ardidas”.

O procedimento abrange a contratação de um total de 35 pessoas para a categoria de assistente operacional do mapa de pessoal do ICNF, para o período de um ano, 20 dos quais são destinados ao Departamento de Conservação da Natureza e Florestas do Centro, divididos equitativamente pelos serviços de Marinha Grande, Coimbra, Manteigas e Figueira da Foz.

As funções a desempenhar são: ações de silvicultura; gestão de combustíveis; acompanhamento na realização de fogos controlados; realização de queimadas; manutenção e beneficiação da rede divisional e de faixas e mosaicos de gestão de combustíveis; manutenção e beneficiação de outras infraestruturas; ações de controlo e eliminação de agentes bióticos; sensibilização do público para as normas de conduta em matéria de natureza fitossanitária, de prevenção, do uso do fogo e da limpeza das florestas; e vigilância das áreas a que se encontra adstrito; primeira intervenção em incêndios florestais, de combate e sub-sequentes operações de rescaldo e vigilância pós-incêndio, desde que integrados no Dispositivo Integrado de Prevenção Estrutural (DIPE), e previsto em diretiva operacional aprovada pela Comissão Nacional de Proteção Civil; proteção a pessoas e bens prevista em diretiva operacional aprovada pela Comissão Nacional de Proteção Civil.

Todas as informações relativas à candidatura ao procedimento de contratação dos assistentes operacionais devem ser consultadas no sítio de internet do ICNF, em www.icnf.pt.